Cardeal Hummes presidirá missa da festa do Cura de Ars


O prefeito da Congregação para o clero, cardeal Cláudio Hummes, presidirá uma missa por ocasião da festa de São João Maria Vianney, no Santuário de Ars, no dia 4 de agosto, às 10h.
O cardeal é o legado pontifício para a celebração da festa do padroeiro de todos os sacerdotes do mundo na pequena localidade francesa onde São João Maria Vianney exerceu seu ministério de forma extraordinária.
Esta festa tem um valor particular este ano, com a celebração de um ano jubilar em Ars, de 8 de dezembro de 2008 a 1º de novembro de 2009, no 150º aniversário da morte do santo cura.
Por ocasião deste aniversário, o Papa iniciou em Roma um Ano Sacerdotal para toda a Igreja em 19 de junho passado, na presença de uma relíquia do Cura d’Ars.
Para a ocasião, o santuário de Ars celebrará dois dias de festa.
Na segunda-feira, 3 de agosto, às 10h30, o reitor do santuário, Pe. Jean-Philippe Nault, dará uma conferência titulada “O Cura d’Ars, santo padroeiro dos sacerdotes do mundo inteiro”.
Às 16h desse mesmo dia, o bispo da diocese à que pertence Ars, Belley-Ars, Dom Guy Bagnard, falará sobre o Ano Sacerdotal.
Uma hora e meia mais tarde, será celebrada uma Missa pelas vocações sacerdotais e às 20h30, uma vigília de oração e reconciliação.
No dia seguinte, terça-feira, 4 de agosto, festa de São João Maria Vianney, rezarão Laudes às 9h e às 10h será celebrada a Missa, presidida pelo cardeal Hummes.
Ao final da missa, o Santíssimo será exposto e, para finalizar a jornada, será inaugurada uma nova estátua do Cura d’Ars.
Em 1º de julho passado, em uma catequese dedicada ao Santo Cura d’Ars, o Papa expressou seu desejo de oferecer aos fiéis o modelo de São João Maria Vianney para viver este Ano Sacerdotal.
“A figura deste sacerdote santo nos guiará e nos ajudará a tomar mais consciência de que a graça da renovação espiritual vem de Deus, tanto para os sacerdotes como para toda a Igreja”, afirmou.
Bento XVI também convidou a rezar, durante este ano, “pela santificação dos sacerdotes e pelas vocações sacerdotais”.
Fonte: Zenit
Enviar um comentário
VIDEO DE PORTO SANTO