PAPA FRANCISCO - AUDIÊNCIA GERAL 17.04.13


Queridos irmãos e irmãs,

A vida terrena de Jesus Culmina na sua Ascensão ao Céu. Na narração que São Lucas faz do acontecimento, dois elementos chamam a atenção: enquanto era elevado, Jesus abençoava os discípulos que se prostraram diante dele; e que em seguida, estes voltaram para Jerusalém cheios de alegria. No primeiro caso, o gesto de abençoar significa que Jesus é o único e eterno Sacerdote; que, sendo Deus e homem verdadeiro, conduziu a nossa humanidade para junto de Deus. O segundo elemento, ou seja, a alegria dos discípulos, nos ensina que eles sabiam – e nós também o sabemos pela fé - que o Senhor, apesar de aparentemente ter-se separado, permanece sempre com os seus discípulos, não os abandona e na glória do Pai os sustenta, guia e intercede por eles. Por isso, ao professar no Credo que Jesus “subiu aos Céus, onde está sentado à direita do Pai”, estamos afirmando que Jesus continua no nosso meio, mas de um modo novo. Cristo, junto do Pai, transcende o espaço e o tempo, e por isso pode estar junto de cada um de nós.

Papa Francisco
Praça de São Pedro
Quarta-feira, 17 de Abril de 2013
Enviar um comentário
VIDEO DE PORTO SANTO