MENSAGEM PASTORAL DO SR. BISPO - Memória e Gratidão


Mensagem Pastoral de D. António Carrilho, Bispo do Funchal
João Paulo II na Madeira – 20 Anos depois
MEMÓRIA E GRATIDÃO



Sejamos o bom perfume de Cristo (cf. 2 Cor 2,15). No próximo domingo, dia 1 de Maio, acompanhamos toda a Igreja que rejubila pela Beatificação do Papa João Paulo II. Hoje, decorridos 20 anos da sua visita histórica à Madeira, queremos fazer memória viva e agradecida, pelo rasto de perfume de santidade que irradiou entre nós.
Consultando muita documentação da época, quer através dos jornais, da televisão e também por aquilo que me foi dado ouvir dizer, ao longo destes quase quatro anos de serviço pastoral nesta Diocese do Funchal, e conhecendo a alma do bom povo madeirense, confirmei a alegria transbordante que emanou dos vossos corações e dos vossos lábios, aquando da visita de João Paulo II à Madeira. Dia inesquecível para a vivência da fé da Igreja.
Aconteceu numa manhã primaveril de domingo, dia doze de Maio de 1991, a tão desejada visita. Uma criança encantada e feliz escrevia num Jornal: “Como o dia doze de Maio, não há outro dia igual. Viva o Senhor Santo Padre, viva Portugal”! A distância geográfica nunca impediu que a Diocese estivesse sempre, espiritualmente, bem próxima do coração do Papa. Mas, de facto, foi a primeira vez que, em 500 anos de história, cujas celebrações centenárias iniciaremos no próximo 12 de Junho, um Papa efectuou uma visita à nossa terra.



Enviar um comentário
VIDEO DE PORTO SANTO